Escolas de Panificação

Escolas de Panificação da Puratos para uma vida melhor na Índia e no Brasil

Acreditamos que é muito importante não só compartilhar habilidades e conhecimento com nossos parceiros comerciais – padarias, supermercados e estabelecimentos de serviços e negócios alimentícios a quem fornecemos ingredientes, como também ajudar comunidades carentes nos países em que atuamos. Ser um parceiro local de confiança faz parte da filosofia internacional de negócios do Grupo Puratos, filosofia essa que demonstramos ao abrir escolas de panificação na Índia e no Brasil.

Assim como em muitos outros países em desenvolvimento, a preferência dos consumidores na Índia e no Brasil está se tornando cada vez mais ocidentalizada, o que aumenta a demanda por produtos finais como bolos, massas e chocolates.  Supermercados, padarias e lojas de bolo, assim como hotéis e cruzeiros querem aumentar a variedade de produtos que têm a oferecer, mas muitos deles sofrem com a escassez significativa de mão-de-obra qualificada.

Padeiros do futuro

A Puratos está determinada a ensinar aos jovens as habilidades necessárias para trabalhar nos setores de panificação, confeitaria e chocolate, por isso investimos em duas escolas de panificação, uma no Brasil e outra na Índia. Nos dois países, os cursos foram criados para levar os alunos além da educação básica e para dar a eles treinamento prático necessário para que ganhem a vida decentemente. O programa também inclui períodos de estágios remunerados em diversas empresas. A Puratos também tem o compromisso de empregar os alunos que se formam nas escolas na Índia, no Brasil ou em outra parte do mundo, ou de indicá-los para um de seus parceiros.

Com base no sucesso comprovado dos projetos na Índia e no Brasil, estamos planejando expandir o programa para que mais jovens de países em desenvolvimento possam transformar sua paixão pela panificação, confeitaria e chocolateria em uma maneira de viver recompensadora.

Índia

Nossa primeira escola de panificação foi inaugurada na Índia em agosto de 2014. Vinte e cinco alunos de regiões carentes participam do programa a cada ano. As aulas são muitas e variadas, elas partem do ensino básico de culinária e panificação e evoluem para aulas mais avançadas de confeitaria e produção de chocolate.

Brasil

Em abril de 2015, em colaboração com a Fundação Gol de Letra, lançamos um projeto semelhante em um bairro carente de São Paulo, no Brasil. Nessa escola, todos os anos cerca de vinte alunos têm a oportunidade de participar de oficinas por um período de 18 meses. 

Caso queira saber mais sobre nossas escolas de panificação, visite nossa página Contatos.